Arquivos da categoria: A Consagração

Compromisso com Deus e com Nossa Senhora

COMPROMISSO COM DEUS E COM NOSSA SENHORA
Vejamos as seguintes palavras recebidas em oração:
“Todos façam a Consagração Total. Quero que todos façam. Quero que todos se tornem cópias vivas da Virgem Maria, a Mãe de Deus Filho e Filha de Deus Pai. Não quero imitação. Quero cópias vivas.
Não quero que se consagrem e vivam as coisas erradas. Quando um consagrado peca, o diabo vem até a Mim para dizer: ‘o teu consagrado pecou’.
A Consagração é algo sério. Fiquem atentos a isso.
É necessário que vocês conheçam. Como fazer sem conhecer?
Aprofundem-se neste conteúdo, buscando em Mim entender o verdadeiro significado da Consagração.”
É sobre a seriedade da Consagração a Nossa Senhora, segundo o método ensinado por São Luís Maria Grignion de Montfort, que foi colocado para nós pelo Senhor, em oração, o tema “Compromisso com Deus e com Senhora”.
Para realmente vivermos como consagrados serão necessárias, segundo nos revelou o Espírito Santo, três coisas: renúncias, disciplina e vitórias.
Sobre as renúncias:
  • renúncia ao nosso “eu”;
  • renúncia aos nossos desejos carnais;
  • renúncia aos nossos pecados;
  • renúncia aos nossos projetos pessoais.
Sobre a disciplina:
  • disciplina na oração;
  • disciplina na meditação da Palavra de Deus (comer da Palavra, que é alimento da alma);
  • disciplina no jejum (cada um veja com o Senhor qual jejum a fazer);
  • disciplina no enchimento do Espírito Santo (Ef 5,18);
  • disciplina na comunhão com o Corpo, que é a Igreja, o grupo de oração que fazemos parte (vide Rm 12,1-12).
Sobre as vitórias:
  • vencer o cansaço/desânimo/preguiça;
  • vencer a comodidade;
  • vencer os falsos sentimentos (que nos fazem ficarmos na superficialidade);
  • vencer a duplicidade de coração. Precisamos ser uma coisa só. Precisamos vencer a falsa espiritualidade;
  • vencer as condições adversas (ter perseverança, conforme Hb 3,6).
Tudo isso já podemos buscar vivenciar antes da Consagração, como preparação para a mesma, e, como consagrados, mais ainda.
Por fim, nos foi mostrada a seguinte interrogação: O que determina o nosso compromisso com Deus e com Nossa Senhora? A resposta está em Jo 15,12-17, que se trata do amor, da amizade.
A Consagração a Nossa Senhora, chamada Escravidão de Amor, trata-se de um compromisso sério assumido com Ela e, por meio Dela, com Deus.